terça-feira, 3 de dezembro de 2013

EU CORRO PORQUE: Jéssica Levadinha

Quem costuma prestigiar a cerimônia de premiação das corridas principalmente no feminino, já deve ter ficado curioso ao ouvir o sobrenome "Levadinha", a seguir leia um pouco sobre a sua história.


"Sempre pensei que ser igual a todo mundo não iria superar minhas expectativas. Por isso, desde cedo, com uns 10 anos, pensava em algo que eu pudesse realizar, que gostasse e que me fizesse me destacar diante da multidão e com isso ser lembrada, conhecida e reconhecida por algo que muitos não executassem ou não da mesma forma que eu.

Em uma manhã de domingo, meu pai Álvaro Levadinha me contou sobre seu passado glorioso no esporte (ele competia marcha atlética pelo Esportivo da Penha, e depois migrou para a corrida). Mesmo amando os tempos de corredor, foi na marcha atlética que ele obteve os melhores anos e vitórias em sua carreira esportivaBem, voltando a aquela manhã dominical, assistimos à Maratona de São Paulo (feminina), foi a primeira vez que tive um dos momentos mais importantes da minha vida, tendo descoberto o que realmente faria parte da minha rotina diária e que seria o meu pilar para uma vida de foco, disciplina, trabalho árduo e de muitas recompensar pessoais: a corrida.

No momento, a única pessoa que se dispôs a entrar nesse "barco" comigo e
navegar por mares desconhecidos e difíceis foi o meu pai. Mas, logo ele me alertou dos perigos, dificuldades e do que eu teria de renunciar para conseguir o êxito e o sucesso que eu almejava.

Fiz minha primeira "navegação" em 1º de maio de 2003, na Corrida Infantil de Guarulhos. Com percurso de 3 km em 22 minutos, fui umas das últimas colocadas, acompanhada pelo meu pai (que deixou bem claro antes que iria correr comigo somente porque era a minha primeira competição e depois as outras eu teria de seguir as com minhas próprias pernas), e a ambulância. Isso mesmo, a ambulância que acompanha o ultimo colocado. Depois, jurei a mim mesma que iria treinar que nem uma gladiadora para evoluir e trocar a ambulância pelo pelotão das melhores atletas das provas".

Jéssica Levadinha, 22 anos - trabalha com vendas e está concluindo a graduação em Marketing e atleta profissional.

quantas corridas realizadas - 118 provas - 61 pódios


inspiração: todas as guerreiras que chegam à minha frente em provas.

motivação: a minha própria força e garra interior.
quem admira no esporte - Márcia Narloch e Paula Radcliffe

correr é - o momento único e maravilhoso, só meu, onde posso ser criativa, briguenta e forte. Um exercício espiritual onde posso testar a minha mente e corpo para juntos trabalharem em sincronia e equilíbrio. 

Jéssica também tem um blog acesse: www.sprintnegativo.blogspot.com.br