terça-feira, 4 de novembro de 2014

Novas normas para treinar na USP - veja o antes e depois

Desde o dia 1º de novembro, a administração da USP (Universidade de São Paulo) começou a testar um circuito para os treinos de corrida e bicicleta nas dependências do campus denominado "Projeto Piloto para práticas esportivas na Cidade Universitária", visando regulamentar a prática esportiva.
Trata-se de um percurso de seis quilômetros devidamente sinalizado com cones, sem interferência do tráfego de veículos e com horários específicos para cada modalidade, sendo das 4h às 6h para a prática de ciclismo, e das 7h às 12h dedicados ao pedestrianismo.

O Projeto Piloto foi elaborado pela prefeitura da universidade em parceria com a Associação dos Treinadores de Corrida de São Paulo, Federação Paulista de Triathlon e
esportistas independentes. Este projeto descarta a subida da rua do Matão, fazendo um traçado plano, o que desagradou muitos corredores e ciclistas.

O percurso passa pelas av. prof. Mello Moraes, av. prof. Almeida Prado, av. prof. Luciano Gualberto, av. prof. Lineu Pires, praça do Relógio Solar, rua da praça do Relógio e rua do Anfiteatro.

Esta nova norma vem em decorrência do atropelamento de cinco atletas no dia 16 de agosto deste ano, que vitimou o atleta veterano Álvaro Teno, de 67 anos, por um motorista bêbado.
Na opinião do blog Seguidores de Fidipides, esta nova norma não facilita em nada os treinos de corrida e bicicleta na Cidade Universitária. Ela restringe a liberdade de traçar um percurso conforme a planilha de cada um.

Na nossa opinião, seria conveniente fechar para o trânsito de veículos motorizados aos sábados, das 7 às 12h, as áreas mais utilizadas pelos atletas.

Novo circuíto
Antigo percurso




.
























Conheça um pouco da história da USP.

Fundada em 25 de Janeiro de 1934. Após a derrota de São Paulo na Revolta de 1932
Local do estacionamento, raia olímpica
, o Estado se viu ante a necessidade de formar uma nova elite capaz de contribuir para o aperfeiçoamento das instituições, do governo e a melhoria do país. Com esse objetivo, um grupo de empresários fundou a Escola Livre de Sociologia e Política em 1933, e o interventor de São Paulo Armando de Salles Oliveira criou a Universidade de São Paulo (USP).

Considerada um dos melhores lugares para treinar ciclismo e corrida, a USP tem uma área de 7.443.770 conta com muito ar puro e uma variedade de percursos para todos os tipos de treinos e corredores, de iniciantes a profissionais. Por causa disso, muitas empresas organizadoras de corrida escolhem o local para realizar suas provas.

Quando for treinar por lá, não deixe de subir a rua do Matão, de aproximadamente 800 metros, conhecida como a temida "subida da Biologia".


Subida da Biologia


Praça Ramos de Azevedo
prós - tem um farto estacionamento localizado na raia olímpica, vários percursos e bem arborizada, e facilidade para o uso do transporte público.

contras - não tem banheiro, nem bebedouros, às vezes aparece alguns vendedores de água e água de coco.

como chegar - de Metrô - Estação Butantã, 
CPTM - estação Cidade Universitária